Vídeos & Áudios

o gregoriano é a contextualização litúrgica da interpretação sonora da Palavra. Significa que a Palavra não deve ser somente interpretada e cantada, mas sobretudo deve ser contextualizada: a Palavra torna-se evento litúrgico, colocando-se, por isso, no coração da experiência eclesial. Atenção: a Palavra não é colocada simplesmente no interno da liturgia, mas torna-se ela mesma liturgia. O “canto próprio da liturgia” é exatamente “liturgia própria no canto”.

Fulvio Rampi

ÁUDIOS

categorias